top of page

O privilégio de ser mulher

No coração do Criador, a mulher foi concebida como uma obra-prima da Sua criação. Ela é uma expressão vívida do amor, da graça e da beleza de Deus. Ao longo do mês de maio, lembramos do privilégio extraordinário de ser mulher e das inúmeras maneiras pelas quais mulheres enriquecem nossas vidas, famílias e comunidades.


Honramos as mulheres de todas as idades, origens e circunstâncias. Celebramos as noivas, regozijando-nos com o amor e o compromisso sagrado do casamento. Honramos as mães, expressando gratidão e apreço por aquelas que nos deram vida, amor e orientação. E não podemos esquecer o Dia Internacional das Famílias (15 de maio) e reconhecer o papel central das mulheres na construção e fortalecimento das famílias ao redor do mundo.


No Exército de Salvação, maio é especialmente marcado como o mês do Ministério Feminino. Ao longo deste mês, são organizadas atividades especiais em todas as semanas, projetadas por mulheres, para outras mulheres e suas famílias. Nestes encontros as mulheres encontram inspiração, encorajamento e nutrição espiritual. Elas são capacitadas a florescer em seus dons e talentos, a liderar com graça e humildade, e a servir com amor e compaixão.


Nas páginas da Bíblia encontramos inúmeras histórias de mulheres corajosas e piedosas que deixaram um legado eterno de fé e devoção. Mulheres como Ester, que foi elevada “para um tempo como este” para salvar seu povo; Maria, a mãe de Jesus, que trouxe o Salvador do mundo; e Maria Madalena, que testemunhou a ressurreição de Cristo e proclamou as boas novas com zelo e fervor.


Assim como essas mulheres notáveis, cada mulher tem um propósito divinamente designado e um chamado único para cumprir neste mundo. Elas são instrumentos nas mãos do Mestre, escolhidas e capacitadas para fazer a diferença em seu tempo e em seu lugar. Que todas as mulheres abracem o privilégio de ser mulher, bem como sua identidade e valor em Cristo.



Coronel Nara Strasse

Presidente Nacional do Ministério Feminino



(Artigo publicado originalmente na edição Maio-Junho da Revista Rumo)

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page