top of page

Não se preocupe...

Recentemente eu estava preocupada com alguma coisa e verbalizei meus sentimentos. Meu filho de três anos estava ouvindo atentamente porque respondeu: “Não se preocupe, mamãe”. Fiquei surpresa com a sua resposta e me ajoelhei na frente dele e disse “Obrigada, você está certo. Não vou me preocupar”.


Fiquei emocionada que uma criança tão pequena pudesse me trazer palavras de conforto. Até senti minha preocupação aliviar, meu corpo relaxar e um pouco de paz reestabelecer à situação! De alguma forma, vi aquele momento como uma lição divina. Em meio às dificuldades da vida e das preocupações, Deus nos diz “Não se preocupe”. A preocupação nos sufoca, nos tornando infrutíferos (Mateus 13:22). Ela tira de nós a oportunidade de nos deleitarmos no cuidado de Deus (1 Pedro 5:7).


Jesus sabia que a preocupação fazia parte da condição humana, por isso ensinava os Seus discípulos, e quem O ouvisse, a não se preocuparem:


“Dirigindo-se aos seus discípulos, Jesus acrescentou: ‘Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. A vida é mais importante do que a comida, e o corpo, mais do que as roupas... Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? Visto que vocês não podem sequer fazer uma coisa tão pequena, por que se preocupar com o restante?’” (Lucas 12:22-26).
“Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘que vamos beber?’ ou ‘que vamos vestir?’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6:31-34).

O que está preocupando a sua mente? Uma doença, um relacionamento difícil, dívidas, falta de emprego? Muitas vezes as preocupações são fundadas, mas outras vezes nos preocupamos com coisas que nem sabemos se vão acontecer! Deus nem sempre vai tirar o problema, mas focando nEle ajudará a nos centrarmos na Sua grandeza, no Seu conforto e na Sua paz em meio à situação - ao invés de focar somente no problema.


Oração

Feche os olhos e coloque-se conscientemente na presença de Deus, no centro do Seu amor. Diga algo simples como “Estou aqui, Senhor”. Deleite-se nestas palavras por alguns minutos. Imagine que o rio do amor de Deus corre pela sua vida com calma e tranquilidade. Quando se sentir confortável, libere as suas preocupações, deixando Deus levá-las rio abaixo, talvez falando uma por uma em voz alta. Descanse no centro do amor de Deus. Para terminar, talvez queira dizer: Deus, entreguei-lhe minhas preocupações. Sei que o Senhor me sustentará (Salmo 55:22).


Stéphanie Chagas-Bijl

Criadora de Conteúdo da Revista Rumo




Artigo originalmente publicado na Revista Rumo (Março/Abril 2024)

152 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page